20 de fevereiro de 2019

O Laboratório de Patologia Adonis Carvalho, através da Dra. Maria do Carmo Abreu e Lima, participou, no último dia 15 de fevereiro, na sede da Roche em São Paulo (SP), do “Workshop de Treinamento para Patologistas: Teste Ventana PD-L1 (SP 142)”, voltado para carcinoma de mama triplo negativo.

O câncer de mama triplo negativo é definido como o tumor que não expressa receptores hormonais e nem receptor de fator de crescimento epidérmico humano (HER-2). Para esse tipo de tumor falta terapia alvo específica, tendo como única modalidade de tratamento a quimioterapia sistêmica. “A imunoterapia como tratamento, mediada pela expressão do PD-L1 no tumor, tem sido mostrada promissora com bons resultados, sobretudo no câncer de pulmão e no melanoma maligno avançado”, observou a patologista.

De acordo com Dra. Maria do Carmo, ensaios clínicos em andamento têm demonstrado um futuro promissor da imunoterapia no tratamento do câncer de mama metastático triplo negativo (que mostra imunoexpressão de PD-L1 no infiltrado intra e peritumoral) e, no Brasil, já existe a possibilidade de realizar o teste para esse tipo de câncer.

O Laboratório Adonis Carvalho – que já realiza o teste para outros tipos de tumores – já se encontra apto a realizar o teste de imunoexpressão do PD-L1 para câncer de mama triplo negativo. O anticorpo utilizado é o SP 142 e o exame imuno-histoquímico realizado de forma automatizada pelo equipamento Ventana Benchmark ULTRA da Roche, considerado padrão ouro para o procedimento.